No dia 02 de junho, o Pr. Eric Vianna compartilhou uma palavra com o tema: “Cristão Blindado”.

Resumo  da palavra

De acordo com o mundo, o que mais importa é o que você tem e não quem você é. O problema não é ter coisas, mas ter e estar insatisfeito, não ter contentamento. O apóstolo Paulo aprendeu a se alegrar com tudo porque o verdadeiro contentamento vem de entender a sua identidade em Deus.
Aquele que deseja ser um cristão blindado terá que aprender a se contentar com o que tem.
Ele passa a ter a capacidade de mudar o ambiente externo e não o ambiente externo mudar a sua motivação.
A palavra grego para satisfeito é a mesma que blindado. É alguém que prova da alegria independente das circunstâncias.
Sintomas de falta de contentamento:
1. Murmuração.
Moisés liberta o povo do Egito e o povo começa a reclamar. É o cristão montanha russa, uma hora está bem e na outra está mal. A murmuração não te deixa ter prazer no que Deus dá.
A murmuração abre espaço para o destruidor.
2. Excesso de compromisso com os padrões de sucesso do mundo.
Devemos ter cuidado com os excessos, com o trabalhar arduamente só para consumir.
Se temos necessidade, Deus sabe disso e no tempo certo vai atender. Mas Ele também sabe que muitas necessidades que pensamos que temos, são na verdade sonhos de consumo.
3. Superioridade.
O orgulho e a altivez é o principal inimigo do contentamento. É aquele que se coloca no centro das coisas. Deus tem que ser o centro da nossa fé.
4. Desorganização.
O descontentamento faz correr atrás do vento querendo tudo ou faz a pessoa desistir de tudo.
Paulo recebeu a capacidade de vencer o descontentamento. É possível ser perseguido e se alegrar, passar luta e se sentir contente. Paulo estava BLINDADO.
A nossa fonte deve ser Jesus. Quando buscamos na fonte descobrimos que Jesus nos valoriza por quem somos.
Não podemos entregar para as pessoas o direito de dizer o que nos faz feliz.

 

Apresentação de criança

Consagrar os filhos a Deus é o maior presente que os pais podem dar. Filhos são herança do Senhor e flechas que Ele lança para cumprirem o Seu chamado. Trzê-los ao altar demonstra confiança em Deus e consciência de que precisam ser exemplos em tudo como pais que andam segundo a palavra, para que, ao atingir a maturidade, os filhos possam por servir o Deus de seus pais.

No dia 02 de junho, a mãe Gabriela Aparecida Pires de Oliveira apresentou o João Pedro Pires de Oliveira , de 8 anos e a Valentina Pires de Oliveira, de 1 ano, no altar.

A igreja Bola de Neve Santos abençoou a família.