Quarto de Guerra

O filme Quarto de Guerra se tornou, em pouco tempo, um dos maiores filmes cristãos produzidos atualmente. Com uma temática simples e com situações e personagens com que nos aproximamos e identificamos, o filme traz à tona um pilar básico de todo cristão: a prática da oração. (1 Tessalonicenses 5.17)

O filme conta a história de Elizabeth, uma corretora de imóveis, casada com Tony, um excelente vendedor que atua na indústria farmacêutica que juntos vivem uma vida aparentemente perfeita e ideal.

Porém, vemos que uma vida de aparência não se sustenta. Devido ao trabalho de Tony, ele não dá atenção a sua filha e esposa, não há mais diálogos entre eles, a vida familiar está desmoronando.

Elizabeth conhece então uma senhora chamada Clara, que quer vender a sua casa. Após mostrar todos os cômodos, ela lhe apresenta o quarto mais importante de toda a casa: um closet onde aquela senhora travava as suas maiores batalhas.

As duas desenvolvem uma relação de líder/discípula e Clara ensina  a Elisabeth a lutar pela sua família usando armas e táticas espirituais.

Pois a nossa luta não é contra seres humanos ,

mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas,

contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais.”

Efésios 6:12

O inimigo não é um chefe, marido, esposa ou aquela pessoa que nos persegue pelo que cremos.  Quarto de Guerra ensina que, como cristãos, é nosso dever guerrear em oração pelos nossos familiares, pela nossa vida e pelo mundo ao nosso redor. Quando tudo está calmo demais é melhor desconfiar.

Sem estratégia não há vitória. Precisamos ter estratégias para lutar o bom combate. O filme mostra uma de muitas estratégias. 

Talvez não haja hoje um cômodo em casa de busca e oração. Mas o simples fato de acordar mais cedo, enquanto todos dormem e apresentar as orações, súplicas e adoração a Deus fazem muita diferença no restante do dia. Nada como um ambiente de refúgio, onde nada pode interromper o bate-papo com Deus.

Quando ela (Elizabeth) aprendeu a lutar da maneira correta houve uma reviravolta na família!

O filme toca, mas esse sentimento não pode acabar com os créditos finais, mas deve mover todos a colocarem em prática essa arma de guerra.

> Encorajo você a assistir Quarto de Guerra se ainda não viu, e se viu, reveja! É um filme que se colocarmos em prática os ensinamentos, viveremos novos níveis de intimidade e vitórias com Deus. 

Publicação de Lucas Teixeira