No dia 10 de fevereiro, a Pra. Sheila compartilhou uma palavra com o tema: “A fidelidade dos recabitas”.

Resumo da palavra

Jeremias foi levantado quando ninguém queria ouvir a palavra. Deus o envia a trazer os recabitas até o templo e oferecer vinho velho. Jeremias obedece. Muitas taças estão sendo oferecidas dentro da casa de Deus, Ele está de olho na resposta dos sEus.
Os recabitas tinham algo maior do que uma lista de regras de santidade, eles tinham temor e rejeitaram o vinho.
A nossa alegria não deve vir da carne, mas do Espírito. Saber que somos amados por Deus independente do desempenho não nos deixa beber do vinho velho para nos sentirmos bem.
Quem está cheio do Espírito não precisa de vinho velho, o amor de Deus é mais forte.
Além do vinho, os recabitas não edificavam casas, mas habitavam em tendas. Isso fala de despreendimento. A segurança deles não estava em nada desta terra, apenas em Deus.
Os recabitas também não guardavam sementes e não tinham vinha. A vinha requer o máximo de atenção do agricultor, qualquer chuva a machuca. Eles não plantavam vinhas porque a prioridade era o Reino, não as coisas naturais. Se semearmos e esperarmos parados a colheita, isso só gerará ansiedade e prolongará a espera. A ansiedade trava o mover de Deus, ela é a falta de confiança na Sua soberania. Deus faz no tempo certo, devemos semear e seguir em frente.
Outra coisa que chama a atenção é que eles trabalham para Deus, não para os homens. Jonadabe estava com Jeú na destruição dos profetas de Baal. Ninguém lembra dele, mas Deus deixou registrado. Há galardão no coração de Deus para todas as obras. Se fazemos com um coração reto, nossas mãos estão limpas e nossas obras são aprovadas.
O recabita anda debaixo de paternidade espiritual. Há muitos órfãos espirituais que não se sujeitam a paternidade. Os recabitas reconheceram a autoridade de Jeremias, mas sabiam que ele não era o seu pai. Se eu tenho um pai, devo segui-lo.
Depois da aprovação, Deus promete aos recabitas que, pela sua fidelidade, os seus filhos estariam na presença dEle para sempre. Há recompensa para quem anda em fidelidade.

Apresentação de criança

Apresentar uma criança ao Senhor é o maior presente que um pai pode dar a Deus. Ao fazer isso, os pais assumem diante de Deus e de toda a igreja, o compromisso de cuidar desse bem precioso com todo zelo e amor e ensinar a palavra sendo exemplos em tudo, para que, ao alcançar a maturidade, os filhos possam escolher servir o Deus de seus pais.

No dia 03 de fevereiro, os pais Thiago Pinto Santos e Amanda Felício Santos trouxeram o Heitor Felício, de 4 meses, no altar.

Toda a Igreja Bola de Neve – Santos testemunhou essa conduta dos pais e abençoou as famílias.