No dia 17 de maio, a Pra. Sheila Vianna compartilhou uma palavra com o tema: “Prisioneiros da Esperança”.

 

Resumo da palavra

 

“Seja um prisioneiro da Esperança”.

Ao ter um encontro com Jesus, as pessoas começam a construir o seu patrimônio espiritual sobre este fundamento, enquanto muitos permanecem apenas construindo um patrimônio perecível.

Aqueles que segundo o padrão do mundo são ricos porque alcançaram sucesso pela fama, dinheiro e ministério, verão tudo perecer no dia em que partirem.

O patrimônio espiritual pode ser medido quando o fogo vem. Ele revela qual o material usado na edificação, se será consumido ou se permanecerá.

Só permanece aquilo que passa pelo fogo.

Responda essas duas perguntas: Onde está o seu tesouro? e quão rico você é?

Ser rico segundo o patrimônio espiritual é ter esses 3 pilares: Fé, Esperança e Amor.

Isso é o que permanece quando tudo é abalado. Isso é o que te faz resistir no meio do fogo.

Quem ama, resiste. Quem tem fé, resiste. E quem tem esperança, resiste.

A fé seria como uma cobertura, onde me escondo. O amor como o dinheiro, a base de troca. E a esperança é como a poupança. A aplicação financeira que te ajuda em uma situação difícil. Ela nos alimenta em dias de caos e nos mantém em pé.

A esperança é como a gasolina de um carro, sem ela o carro não anda!

Cada estação da nossa vida nos exige algo, seja um amor maior, uma fé maior, ou uma esperança maior, mas no tempo de hoje precisamos nos encher de esperança.

Se não temos esperança, o amor se esfria, isso é desalento. Desalentado é aquele que desistiu de buscar.

Não espere Deus trazer a memória, seja ativo no processo e traga você. Lembre-se do que te fez começar.

Enfrentar dificuldade faz parte da construção do teu patrimônio espiritual, a pressão acelera o processo de transformação do caráter.