No dia 28 de abril, a pastora Sheila Vianna compartilhou uma palavra baseada em Hebreus 12.1-13.

 

Resumo da palavra

Deus irá abalar tudo que pode ser abalado para que permaneça apenas o inabalável.
Para entrar nesse fogo que consome o abalável, precisamos confiar cegamente na bondade, no amor e no cuidado do Pai, porque quem não confia se frustra, e até desiste de correr a carreira proposta por Deus.

Recebemos um Reino inabalável dentro de nós que consiste em paz, justiça e alegria no Espírito. Se o Reino está dentro de mim, então tudo que há ao meu redor é abalável e Deus sabe no que mexer no exterior para expandir o Reino no meu interior.

Davi dizia na sua prosperidade que jamais seria abalado, mas um dia foi, e então pediu a Deus que criasse nele um coração puro e renovasse nele um Espírito inabalável.

Esses dois devem ser o alvo do cristão: um coração puro (emoções e reações ao que vemos) e um Espírito reto (reações ao que não vejo), principalmente pelo fato de que o desequilíbrio emocional e a inconstância espiritual são muito comuns hoje na vida das pessoas.

1. Coração puro. Davi ora pra que Deus CRIE, o verbo criar no hebraico é o mesmo utilizado no início da criação, ou seja, fala de uma criação sem matéria-prima. Concluímos então que Deus é o único sujeito que pode acompanhar esse verbo porque só Ele é capaz de criar do nada, a pureza que não existe em nós! O processo que Ele usa para criar essa pureza, é abalando os nossos relacionamentos.
Aqueles em quem confiamos, temos intimidade, especialmente os da família, são os que serão usados para nos forjar.
O coração blindado confia no Senhor, pode até sentir dor, mas prossegue sem emocionalismo.

2. Espírito inabalável. Significa ser cheio do Espírito Santo a tal ponto que nenhuma batalha afeta a disposição em buscar a Deus, servir e crer em Suas promessas. Quem tem uma fé superficial não consegue lutar batalhas espirituais. Davi pede pra que Deus renove porque o Espirito Santo já estava nele, só precisava ser renovado.

Que tenhamos um espírito quebrantado e um coração contrito porque esse é o sacrifício aceitável a Deus.